"Sinceramente, tô nem ai pra esse monte de merda."

é...
(Você não está com medo de dar uma segunda chance, você só está com medo de se machucar pela mesma razão)

- Bem, estamos em um impasse, amigo. Você precisa tomar uma postura de homem...

  -mas...

- Mas nada! Já tive muita paciência com tu, cara. E ai, não vai dizer nada?

  -Se você me deixasse falar, explicaria.

- Só não me venha dizer que tu tá com medo de dar uma segunda chance.

  -É mais ou menos por ai, na verdade o que tenho medo é de dilacerar ainda mais essa ferida que já tá aberta, sabe?

- E daí? Mulher é pra isso mesmo, você não pode se apaixonar, pega e pronto!

  -Sério que tu acha isso, cara? 

- Sim, e pego bem mais mulher que tú.

  -E infelizmente são tipos como você, que elas preferem. Você não entende  que o essencial é invisível aos olhos...

- Fala feito homem,  por isso que tú nunca pega ninguém.

  -Realmente, nunca pego ninguém. Malho mais o cérebro do que os bíceps, e se formam um conceito prévio sobre mim, a partir do meu físico, paciência, não é esse tipo de gente que quero ao meu lado.

- Tá cara, continua com tuas frescuras que vou lá pegar as meninas. No fundo tú é um medroso, isso sim.

  -De fato, nunca disse que era corajoso, mas é que não pretendo causar mais dano as pessoas que realmente tenho apreço. A amizade é mais importante, creio eu, enfim, não te devo explicações!

                ~

-Ei, acorda, tá a hora da aula. O professor já vem ai.

 -valeu, valeu. Nossa, realmente tenho que parar de ter Dr's comigo mesmo fora de casa. 'A vida é dura e o cheiro que você tá sentindo é do ralinho ali ó', desconsidere...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Labirinto do Fauno

O vento